29 de janeiro de 2014

Álbum do dia: The Collection (Amy Grant)

Como sou uma pessoa desocupada e há meses não escrevia nada nesse blog, resolvi começar uma série de posts onde falarei um pouco da história dos discos, álbuns, CDs que possuo (chamem quando quiser). Não só a história do álbum em si, mas o que as músicas deles significam para mim.

Vou começar esta série de posts falando do The Collection da Amy Grant.
Esse disco foi lançado originalmente em 1986, quando muitos de vocês que ainda leêm esse blog nem eram nascidos ainda. Mas só entrou na minha vida em meados de 1998, quando uma grande amiga da escola me apresentou Sing Your Praise To The Lord. Eu amei de cara pela introdução clássica e ascendente seguida de uma batida pop simples e encantadora.

Não demorou muito pra eu dançar freneticamente Love Can Do, já tendo uma quedinha por ritmos dos anos 80. Os arranjos de Stay For Awhile até hoje me surpreendem. Ambas foram lançadas como inéditas na coletânea. As demais são copilações de trabalhos anteriores, onde o Age To Age se destaca com 4 faixas presentes.

Esse disco na verdade é a primeira coletânea lançada pela Amy e trás faixas de seus 9 primeiros álbuns. Sim! Em 1986 ela já tinha seis discos de estúdio, dois ao vivo e um natalino. Começou cedo a garota, mais precisamente em 1977, com seu debut auto-intitulado.

Foi através dessa coletânea que conheci a Amy e me apaixonei. Em 1998 tudo o que eu ouvia era esse disco gravado num cassete. Hoje ele me leva de volta àquela época maravilhosa que deixou saudades.